Palestrante comemorando sua conquista
APRESENTAÇÕES
VENCEDORAS
Design, comunicação, dicas e o dia a dia da Casulo
Maio 27
0

Sustentabilidade e as novas políticas digitais

É comum quando falamos em Sustentabilidade as pessoas pensarem apenas em responsabilidade ambiental. Afinal de contas a imagem da mão segurando uma plantinha para se referir ao tema se tornou popular, juntamente com o uso da cor verde.

Mas a Sustentabilidade nos negócios vai além disso. Engloba também a responsabilidade social (investimentos sociais, respeito aos direitos humanos) e econômica (propósito antes do lucro, combate à corrupção), como forma de manter as empresas atuantes de forma perene.

No caso da ABRADi, a Sustentabilidade traz vantagens competitivas para as agências digitais, pois ganha a confiança de todo ecossistema no qual atua: mercado, clientes, investidores, colaboradores, consumidores e comunidade local.

Uma das tendências mundiais de Sustentabilidade Empresarial é a reputação baseada em ESG (Environment, Social, Government, ou Meio ambiente, Social e Governo). Nesse último ponto o jornal Folha de S. Paulo divulgou esta semana um importante avanço no que diz respeito a criar um ambiente online seguro e responsável.

Foi aprovada a Lei de Serviços Digitais (LSD), entre os Estados-membros da UE, a Comissão Europeia (braço executivo do bloco) e o Parlamento Europeu, parte de um esforço mais amplo para liderar o caminho sobre como a internet deve ser regulamentada.

A União Europeia exigirá que as grandes empresas de tecnologia passem a controlar o conteúdo online de forma mais rigorosa, sob o risco de sofrer multas bilionárias. O bloco chegou a um acordo para aprovar uma legislação que pela primeira vez define regras sobre como companhias devem manter os usuários em segurança na internet.

Segundo Margrethe Vestager, vice-presidente-executiva da UE (União Europeia), responsável pela política digital “as plataformas devem ser transparentes sobre suas decisões de moderação de conteúdo, impedir que desinformação perigosa torne-se viral e evitar que produtos inseguros sejam oferecidos nos mercados. (…) as plataformas devem ser responsabilizadas pelos riscos que seus serviços podem representar para a sociedade e os cidadãos.”

Visando coibir desinformação e informações falsas, espera-se que outros países sigam o exemplo, pois o impacto dos serviços digitais na vida das pessoas é enorme, seja para a educação, serviços financeiros ou na área da saúde.

Trabalhamos pela inclusão digital responsável – acesso amplo e democrático em um ambiente seguro, como forma de inserir os cidadãos e cidadãs na sociedade buscando a redução da desigualdade e a construção de uma sociedade mais justa e mais humana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sim, eu quero uma
Apresentação Vencedora

Entre em contato e agende uma reunião ou
preencha o briefing clicando no botão abaixo

Sim, eu quero um
Workshop da Casulo

Preencha o formulário e solicite um
workshop com quem entende do assunto:

Faça o briefing agora
  • *campos obrigatórios

  • *campos obrigatórios