Palestrante comemorando sua conquista
APRESENTAÇÕES
VENCEDORAS
Design, comunicação, dicas e o dia a dia da Casulo
out 31
2
concorrência transparência

As concorrências e falta de transparência

Há muito tempo temos discutido entre os associados da ABRADI-SP (Associação dos Agentes Digitais – regional São Paulo), entidade da qual faço parte, a questão da participação das agências nos processos de concorrência para fornecimento de serviços a grandes empresas.

Com os recentes acontecimentos envolvendo o combate à corrupção por parte da Polícia Federal nas esferas corporativas e políticas, incluindo investigações, mandados de busca e até prisões, o assunto volta à tona.

As empresas resolveram tirar da gaveta seus “Manuais de Ética e Conduta”, que até então existiam apenas “pro forma”. Para fazer cumprir suas normas e diretrizes e evitar qualquer excesso e desvio, é que deve ser feito o processo de concorrência.

Mas o que se vê, e daí a indignação geral entre nossos associados, é o mesmo procedimento que acontece em tantas outras áreas no Brasil: falta total de transparência.

Temos no início, na convocação, um assédio frenético por parte das empresas às agências, em busca de quorum (três, cinco ou até mais participantes). Na celeridade de receber as propostas, muitas vezes mal o briefing é passado de forma correta. Solicitações vagas chegam em e-mails curtos e evasivos.

Na data prometida para o anúncio do resultado, o que acontece é o oposto: as empresas simplesmente viram as costas, não respondem mais os e-mails e telefonemas e muito menos explicam o resultado e critérios de seleção.

Desde o aceite à proposta, até a seleção final da agência vencedora, todo processo deve ter suas regras claras e bem definidas.

Devemos colaborar – agências e agentes participantes – para a melhoria e aprimoramento de todo processo, interagindo com os atores dessa cadeia propondo formas de, desde o princípio, tornar o procedimento aberto e objetivo. As regras devem valer para os dois lados e beneficiar ambas as partes envolvidas.

Fica a recomendação final que faço aos nossos associados. Se têm alguma dúvida em relação à lisura do processo, ou já tem um histórico negativo da empresa, não participem. Esse é um tema que ainda tem muito para evoluir e cabe a nós um posicionamento firme, para o bem do mercado, das pessoas e dos negócios.

2 respostas para “As concorrências e falta de transparência”

  1. Mou Sperb disse:

    Muito bom !

    Bem abordado !

  2. Arthur disse:

    Perfeita a descrição. Realmente as agências precisam exigir processos mais organizados e transparentes pois atualmente as empresas (clientes) fazem o que bem entendem no mais desprezível pensamento “tô pagando…”.

Deixe uma resposta

Sim, eu quero uma
Apresentação Vencedora

Entre em contato e agende uma reunião ou
preencha o briefing clicando no botão abaixo

Sim, eu quero um
Workshop da Casulo

Preencha o formulário e solicite um
workshop com quem entende do assunto:

Faça o briefing agora
  • *campos obrigatórios

  • *campos obrigatórios