Palestrante comemorando sua conquista
APRESENTAÇÕES
VENCEDORAS
Design, comunicação, dicas e o dia a dia da Casulo
jan 28
2
power-tie

O poder do vermelho

Você já deve ter ouvido falar do “mito da gravata vermelha”. Ela teria o “poder” de influenciar pessoas fazendo com que todos ao seu redor o reconheçam como um líder nato. Mas até que ponto isso é verdade?

Vamos conhecer primeiro um pouco sobre a visão humana. O homem enxerga três cores primárias que combinadas formam todas as outras: azul, verde e vermelho.

Voltando no tempo e pensando nos nossos ancestrais, a cor azul predominante no céu e nos mares, refletia a tranquilidade de um tempo bom. Já a cor verde, presente nos campos e florestas, era sinônimo de fartura e boas colheitas. Mas, e o vermelho?

Presente no sangue da caça e também no fogo, era sinal de vitalidade, mas também de alerta ou perigo. Na hora dos combates, a pele do guerreiro que se enrubresce mostra que sua energia está aflorada e ele está pronto para a luta. E quem nunca ouviu a expressão “sangue nos olhos”? Mostra que estamos sedentos, ou melhor, famintos por algo, prestes a saltar sobre a jugular de quem aparecer à nossa frente!

Daí o nosso cérebro interpretar a cor vermelha de maneira diferenciada, transmitindo vigor físico, representando não só atos de bravura e liderança, mas também despertando a libido e a paixão.

Antropólogos da Universidade de Durham, no Reino Unido, avaliaram os jogos das Olimpíadas de Atenas em 2000, e constataram o poder do vermelho no desempenho dos atletas. Observando aqueles que tinham características e preparo físico equivalentes, verificaram que os que usavam uniforme vermelho obtinham melhores resultados.

Em uma pesquisa realizada com os últimos debates presidenciais nos Estados Unidos ficou comprovado que 70% dos candidatos usavam gravata vermelha. “A gravata vermelha é a gravata do poder”, diz Mark Woodman, analista de tendências que estuda cores, portanto um ótimo elemento no marketing visual.

Segundo Ivan Padilla, “políticos são agressivos, e por isso recorrem ao vermelho quando querem passar a ideia de força, decisão e autoridade. No geral, gravata transmite seriedade. Existe um termo em inglês, bastante literal, para definir o poder que o adereço evoca: power tie.”

Num estudo publicado na revista Emotion, investigadores da University of Rochester, EUA, verificaram que a cor vermelha aumenta a intensidade e a velocidade das reações humanas.

Os resultados podem ter aplicações, por exemplo, para as atividades desportivas em que seja necessária uma breve explosão de força e velocidade.

Mas cuidado, a exposição em excesso à cor vermelha pode ter efeito contrário, nos distraindo em demasia ou se tornando cansativa. Lembre-se de que as cores nos afetam de várias maneiras e use isso a seu favor na sua próxima apresentação corporativa.

2 respostas para “O poder do vermelho”

  1. “O homem enxerga três cores primárias que combinadas formam todas as outras: azul, verde e vermelho.”
    RGB? Só se for através de um filtro electrónico, certo?
    Porque na Natureza, livre, solta, arejada, as cores primárias são outras – RBY (Vermelho, Azul e Amarelo), né?
    Ainda assim, à excepção do Y (Amarelo), até o R (Vermelho) e o B (Azul) são resultado da combinação das primárias absolutas CMY (Ciano, Magenta e Amarelo).

    Assim, assumindo-se que a cor Vermelha não existe naturalmente na Natureza, em que ficamos em relação ao linguado de pano (ironicamente de origem mercenária) tão ao gosto dos “pinguins” corporativos? La Croat/Cravate/Gravata?

    😀 😀 😀

    • Bernardo disse:

      Respondendo nosso amigo Miguel Monteiro:
      O olho humano possui dois tipos de células responsáveis por nos fazerem enxergar: os cones e os bastonetes.
      Os bastonetes são células que necessitam de pouca luz para serem sensibilizadas. Entretanto não conseguem formar imagens coloridas ou nítidas. É por isso que a noite ou em locais escuro é muito difícil se distingüir cor.
      Já os cones são sensibilizadas com uma quantidade grande de luz e geram as imagens nítidas e coloridas. Existem 3 tipos de cones, os azuis, os vermelhos e os verdes. Eles são chamados assim, pois o cone azul é ativado por ondas de comprimento muito aproximado às que formam a cor azul, também chamadas de ondas curtas, enquanto os cones verdes se sensibilizam por ondas de comprimento próximo ao verde, também, chamadas de ondas médias e os cones vermelhos com ondas de comprimento próximo ao vermelho, também chamadas de longas.
      Assim, as cores vermelho, azul e verde são as 3 cores que nossos olhos captam. Todas as outras cores que vemos são formadas a partir dessas 3 cores. Por isso essas 3 cores são consideradas as cores primárias da visão e também da síntese aditiva de cor.

Deixe uma resposta

Sim, eu quero uma
Apresentação Vencedora

Entre em contato e agende uma reunião ou
preencha o briefing clicando no botão abaixo

Sim, eu quero um
Workshop da Casulo

Preencha o formulário e solicite um
workshop com quem entende do assunto:

Faça o briefing agora
  • *campos obrigatórios

  • *campos obrigatórios